sábado, 8 de outubro de 2011

Como vencer a crise?





Diariamente ouvimos falar nos meios de comunicação sobre novas medidas de austeridade, cortes etc..
Muitas famílias estão a passar por momentos difíceis. O desemprego paira no ar e hoje nada é dado como certo. Muitos tem dificuldades em fazer face ás despesas básicas e infelizmente alguns tem acumulado dívidas. Como podemos contornar esta situação?
Infelizmente não existe receita milagrosa. Mas podemos dar alguns passos que podem melhorar a situação.

Antes de mais tenha calma e não desespere. Por muito difícil que seja a sua situação, entrar em desespero não vai ajudar, porque assim não vai ter capacidade de reacção para agir e encontrar uma solução. 
Talvez o seu problema sejam dívidas, ou neste momento não consegue pagar a mensalidade da casa ao banco. Nunca deixe uma situação de dívida arrastar-se, porque não pode pagar. Comunicação com o credor e fundamental! 
No caso de não conseguir pagar a mensalidade ao banco, dirige-se ao seu banco e renogocie a sua prestação, fale dos seus problemas e veja as melhores soluções que o banco tem para lhe oferecer. As entidades bancárias são muito receptivas a este tipo de comunicação e regra geral é possível chegar a um acordo. Pode também dirigir-se a uma agência imobiliária e ver a possibilidade de vender, fazer uma permuta ou qualquer outra situação vantajosa para si de forma a poder conseguir uma habitação dentro das suas possibilidades. 
O importante é não baixar os braços e não esquecer de manter sempre diálogo com os seus credores, para resolver a dívida da melhor maneira para ambas as partes. Pode também pedir conselhos a Deco que tem disponível um serviço para famílias endividadas. Não se sinta envergonhado se for necessário peça ajuda.


Ficou desempregado? Este é um problema cada vez maior neste momento de crise que estamos a passar. Mais uma vez vá em frente e não desanime!
Já enviou várias candidaturas, mas não recebeu resposta? Regra geral as respostas tardam a chegar e na maior parte das vezes as empresas nem se dão ao trabalho de responder. O que podemos fazer? Mantenha um bom registo de todas as empresas para as quais enviou candidaturas quer seja por resposta a anuncio ou candidaturas espontâneas. Espere alguns dias (o tempo da carta chegar ao destino) e contacte a empresa quer por telefone ou pessoalmente. Mostre ao responsável pela secção de pessoal que você está mesmo interessado em trabalhar. Não pergunte directamente a pessoas se recebeu a sua candidatura. Antes diga que compreende que a empresa não possa contactar com todas as pessoas que enviem uma candidatura, por isso mesmo está a contactar para saber se brevemente poderá ter uma entrevista, e que realmente está muito interessado em trabalhar para a empresa. Não seja demasiado insistente, seja breve, utilize uma linguagem cuidada e seja criativo. Se estiver mesmo muito interessado numa determinada empresa não telefone vá pessoalmente falar com o responsável e leve uma cópia do seu curriculum para entregar caso o que enviou tenha sido "perdido".
Entretanto faça uma lista das coisas que gosta e sabe fazer e veja como pode rentabiliza-las. Por exemplo sabe e gosta de cozinhar certos pratos. Já pensou em cozinhar para fora? Faça alguma amostras dos seus cozinhados e leve a cafés, mercearias etc... Assim os donos poderão provar e talvez ficar interessados em contratar os seus serviços. Pode passar a ferro para fora. Tentar cuidar de idosos e acamados há uma grande procura destes serviços. Se tiver vocação tente. Se tem jeito para trabalhos manuais (pintar, bijutaria, crochet etc..) Pode abrir um blog na net com uma galeria dos seus trabalhos e contacte lojas para mostrar seus trabalhos. Se tiver o blog pode dar o endereço para a pessoas poder analisar melhor o seu trabalho. Há uma infinidade de possibilidades, só tem de escolher o que mais se adapta a si. Pesquise na net as oportunidades que se adaptam aquilo que sabe e gosta de fazer. Muito importante é não desanimar se aquilo que escolheu fazer não dá certo logo a primeira vez. Por vezes é preciso ser persistente. Mantenha-se atento a todas as oportunidades. Quem sabe não poderá vir a ser um caso de sucesso.
Veja também o artigo como podemos poupar.



4 comentários:

  1. Ótimas dicas, parabéns!!! E nos deixe mais postagens interessantes como esta.
    Beijos
    Lena

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo comentário Helena. Beijinhos para si.. E até breve...

    ResponderEliminar
  3. Muito boa as dicas. Adorei o post
    Beijos
    Adriana

    ResponderEliminar
  4. Obrigado Adriana. Este deu trabalho talvez por ter sido dos primeiros que escrevi. Mas gostei do resultado.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar

Os comentários tornam o blog mais acolhedor e animado. Por isso obrigado por partilhar a sua opinião. Agradeço a sua visita e sempre que tiver oportunidade volte para ver as novidades......

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
As imagens deste blog são retiradas da internet. Salvo raras excepções de algumas que tenho em arquivo há muito tempo, tem a fonte de onde foram retiradas. Se for o autor de alguma delas e não estiver de acordo com a sua publicação ou quer o devido crédito por favor entre em contacto comigo.

Para quem gosta de ler e não so... Do grupo Porto Editora...