quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Atchim! curiosidades sobre os espirros.



Já se perguntou porque é que espirramos e porque é que habitualmente algumas pessoas dizem Deus te abençoe ou outras frases do género? Encontrei algumas explicações interessantes na revista Despertai de Junho de 1990 e baseei-me nela para escrever este artigo. 
Em muitos países é costume dizer “Deus te abençoe” ou “santinho” quando alguém espirra. De onde se origina esta hábito?
De acordo com o livro How Did It Begin? (Como Foi Que Isso Começou?), de R. Brasch, alguns dos antigos acreditavam que, quando um homem espirrava, ele estava prestes a morrer. Brasch acrescenta: “O temor baseava-se numa noção errônea, mas amplamente aceita. Considerava-se que a alma do homem era a essência da vida. O fato de que os homens mortos nunca respiravam levou a falaciosa dedução de que sua alma tinha de ser o fôlego. . . . Assim, não é surpreendente que, desde os primórdios, as pessoas aprenderam a reagir com apreensão a um espirro, tendo o desejo fervoroso, expresso a quem espirra, de que Deus possa ajudá-lo e abençoá-lo, e preservar a sua vida. De algum modo, nos tempos medievais, esta origem primitiva do costume deve ter sido esquecida, porque foi ao Papa Gregório, o Grande, que se creditou a introdução do ditado ‘Deus te abençoe’, a qualquer pessoa que espirrasse.”
Também havia a crença que com o espirro a alma abandonava o corpo e este era invadido por demónios se ninguém acudisse com a palavra “santinho”. O que é certo é que quando espirramos ar expulso pode atingir 160 km/h.
O espirro também já foi utilizado com intuitos criminosos! Há cerca de cem anos em Inglaterra ladrões atiravam discretamente rapé no rosto duma pessoa. Enquanto que a pessoa estava a ter um ataque de espirros os ladrões aproveitavam para roubar a pessoa.
Bem mas afinal porque é que espirramos? Na maioria dos casos, a causa é um agente estranho (tal como pó ou pólen) que irrita as vias nasais. Mas nossas emoções também podem provocar um acesso de espirros. Por vezes a luz brilhante do sol basta para provocar um espirro. Isto porque os nervos oculares estão intimamente ligados com as terminações nervosas do nariz.
Como se dá o espirro?

1-     Terminações nervosas sensíveis reagem á presença de uma substância irritante e enviam uma mensagem ao cérebro.

2-    O cérebro da instruções ao nariz para produzir um fluido aquoso para ajudar a remover o corpo estranho.

3-    Também é enviada uma mensagem aos pulmões de modo que eles se enchem de ar.

4-    É ordenado aos cordas vocais para vedarem a via respiratória e impedirem que o ar se escape.

5-    É ordenado aos músculos da parede toráxica e do abdómen para se porem tensos comprimindo assim o ar dos pulmões

6-    Finalmente as cordas vocais recebem ordem para descontrair e o ar comprimido é rapidamente expelido, geralmente deslocando o objecto estranho junto com o fluido aquoso. Ou seja espirramos!

      Claro que todos os passos descritos acontecem sem esforço consciente e demora menos a desencadear-se do que a ler como se processa.Se eventualmente ao ter vontade de espirrar tentar reter o espirro por qualquer motivo não o faça. Nem sempre é boa ideia reter ou segurar um espirro porque pode causar sangramento nasal e infecções devido a infiltração de bactérias. E de uma forma mais rara pode ocorrer fractura dos ossos do nariz e em torno dele. Não podemos esquecer a velocidade que o ar expulso pode atingir. Assim deixe o espirro acontecer naturalmente e tente ser o mais discreto que puder mediante as circunstâncias. Toda a gente espirra por isso vão entender.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários tornam o blog mais acolhedor e animado. Por isso obrigado por partilhar a sua opinião. Agradeço a sua visita e sempre que tiver oportunidade volte para ver as novidades......

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
As imagens deste blog são retiradas da internet. Salvo raras excepções de algumas que tenho em arquivo há muito tempo, tem a fonte de onde foram retiradas. Se for o autor de alguma delas e não estiver de acordo com a sua publicação ou quer o devido crédito por favor entre em contacto comigo.

Para quem gosta de ler e não so... Do grupo Porto Editora...